Home / Saúde e Bem estar / Cansaço excessivo – causas e tratamento

Cansaço excessivo – causas e tratamento

Se você tem uma sensação de cansaço incessante, e percebe que até atividade corriqueiras se tornam uma um peso no dia a dia, saiba que por trás dessa fadiga pode existir problemas a serem tratados. Alguns motivos podem estar fazendo você perder a disposição durante o dia.

Tempo de sono insuficiente. Durante a noite de sono acontece a síntese da proteína, e é esse processo que faz com que o cansaço do dia seguinte desapareça. A quantidade de sono adequada para repor nossas energias, depende da genética, da idade de cada indivíduo e ainda do grau de cansaço físico e mental. segundo Shigueo Yonekura, neurologista e especialista em sono do Instituto de Medicina e Sono, o ideal é que um adulto durma de sete a oito horas por noite para se sentir renovado.

Sedentarismo– O estresse do dia a dia e a necessidade de fazer diversas coisas ao mesmo tempo podem nos tirar o tempo de exercitar, é quando percebemos que o simples ato de subir as escadas nos deixa cansados. A ausência de atividade física gera a falta de condicionamento do sistema cardíaco, o coração não bate saudável a ponto de mandar sangue para o corpo todo, e acontece o acúmulo de ácido lático nos músculos, o sistema muscular se torna fraco. Portanto, pessoas que não tem rotina de exercícios físicos, comumente se sentem esgotadas ao menor sinal de esforço físico. Ainda segundo cardiologista João Vicente da Silveira, do Hospital São Luiz, a solução para esse problema é se mexer, ‘’ fazer caminhada, natação, hidroginástica, trocar o elevador pela escada, Descer do ônibus a dois ou três pontos de seu destino’’, entre outras iniciativas.

 

Outras explicações segundo o nutrólogo José Alves Lara Neto.

Consumo excessivo de café. Isso mesmo! A cafeína é uma substancia termogênica, ou seja, obriga o seu organismo a gastar mais energia, ao contrário do que a maioria das pessoas pensam, ela não fornece energia, apenas estimula a gastar, e se você não tem essa energia toda, o que vai ficar é muita moleza e cansaço.

Desidratação. De acordo com o mesmo especialista citado no parágrafo acima,  o consumo ideal de água é aquele suficiente para manter a temperatura do corpo, se você não toma água, seu organismo esquenta e cansa mais rápido. Se você não sabe a quantidade de água necessária pra manter o bom funcionamento do seu corpo, é só pegar a calculadora e multiplicar seu peso por 0,03. O resultado é a quantidade de litros ideal pra ingerir diariamente.

Alergia a glúten. A glutenina, proteína formadora do glúten, provoca uma irritação no intestino, e esse órgão tão importante para o nosso corpo perde a capacidade de absorver outras substancias essenciais para o organismo. É importante detectar rapidamente se existe ou não alergia ao glúten, pois quem tem alergia alimentar não se sente disposto pra nada.

Cigarro. Quem fuma tem perda maior de função pulmonar por causa da ação dos componentes do cigarro que inflamam os brônquios, obstruindo a passagem de ar. Outra consequência do cigarro é o aumento da concentração de monóxido de carbono no sangue, a diminuição da concentração de oxigênio, que causa a sensação de fadiga. A maioria dos fumantes têm consciência dos malefícios do cigarro, o que falta mesmo é força de vontade em parar de fumar.

Existem outros problemas mais graves que resultam em cansaço excessivo, são doenças como, depressão, estresse, distúrbios da tireoide, diabetes, fibromialgia ou síndrome da fadiga crônica, e doenças cardíacas. Essas possíveis causas de fadiga devem ser investigadas por um médico. Mas, medidas simples podem ser tomadas por você afim de melhorar sua disposição. Pare de fumar, exercite-se mesmo que de forma leve, beba água suficiente, tenha uma alimentação rica em frutas, legumes e verduras e durma bem. Essas são as dicas de hoje.
Gostou das dicas? Compartilhe!
Não perca nenhuma dica, informe o seu e-mail:

email

Check Also

Sintomas de depressão em mulheres

As principais características de um indivíduo deprimido. Os sintomas mais gritantes da depressão, que devem ser observados, a fim de evitar os estragos que a doença pode provocar. A depressão atinge mais as mulheres, por isso avalie as observações a seguir, a identificação da doença é o primeiro passo para a cura. Veja os principais sintomas da depressão.